ÓLEO DE PEIXE ÔMEGA 3 - Joie Suplementos - São Paulo

Quarta-feira, 8 fevereiro 2017

Detalhes do anúncio

Cidade: São Paulo
Operação: Venda
Preço: R$164

Contato

Nome Rodrigo Antony
Número de telefone (11) 4210 - 0899

Detalhes da publicação

DESCRIÇÃO DO PRODUTO RESENHAS ETIQUETAS DE PRODUTO
Ingredientes: Óleo de Peixe (Ômega 3). Cápsula: Gelificante Gelatina, Veículo Água Purificada e Umectante Glicerina. Alergênicos: Contém derivado de peixe. Pode conter derivados de soja, crustáceos, castanha-do-pará e trigo. Modo de uso: 500mg: Ingerir 2 (duas) cápsulas, 2 (duas) vezes ao dia, preferencialmente antes das principais refeições e com o auxílio de água. 1000mg: Ingerir 1 (uma) cápsula 2 (duas) vezes ao dia, preferencialmente antes das principais refeições e com o auxílio de água. Cuidados de conservação: Conservar ao abrigo da luz, umidade e calor excessivos e com a embalagem fechada. Não consumir este produto caso o lacre de segurança esteja rompido.

Os ácidos graxos foram apontados, até o início do século XX, exclusivamente como uma forma eficiente para armazenamento de energia, os quais podem ser sintetizados pelo organismo a partir de proteínas e carboidratos. Desde então, várias evidências destacaram que uma dieta pobre em ácidos graxos é associada a síndromes que podem levar determinados pacientes a óbito. Criou-se então o conceito de ácidos graxos essenciais: ácidos graxos imprescindíveis ao organismo, que não podem ser sintetizados pelo mesmo e que, por este motivo, devem ser fornecidos na alimentação. Duas "famílias" de ácidos graxos são essenciais: os ácidos graxos ômega-3 (ou n-3), representados pelo ácido alfa-linolênico e os ácidos graxos ômega-6 (ou n-6), representados pelos ácidos linoléico e araquidônico. A importância dos ácidos graxos n-6 é conhecida desde os meados de 1930. Enquanto que os ácidos graxos n-3, somente após 1980, tiveram a sua necessidade associada à prevenção, principalmente, de distúrbios neurológicos e visuais. Estes ácidos graxos poliinsaturados são de grande importância no metabolismo humano por envolverem funções biológicas1.

O ômega 3, também denominado ácido alfa-linoléico, é composto por ácidos graxos poliinsaturados (eicosapentaenóico e docosaexaenóico) os quais são freqüentemente encontrados com concentrações expressivas em animais marinhos. Neste meio, destacam-se os animais procedentes de regiões frias e águas profundas. São exemplos desses animais o atum, a sardinha, o salmão e a cavala, que quanto mais ricos em gordura forem, maior seu teor de ácidos graxos ômega 31.

Com a finalidade de redução da incidência dos elevados níveis de obesidade e das comorbidades associadas a esta doença, a American Heart Association recomenda o consumo de uma dieta equilibrada, com baixo teor de lipídios, colesterol e ácidos graxos saturados. Em contrapartida, recomenda a ingestão de ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados na dieta, ainda que por suplementação2.

Nossa loja : www.joie.com.br
httpjoie.com.br/index.php/omega-3.html